A 2ª Edição do Workshop "Parcerias Público-Privadas para Smart Cities" aconteceu no dia 22/08/2017, na sede da Microsoft Brasil, em São Paulo/SP.

O evento contou com a presença de inúmeras Instituições envolvidas no tema das Cidades Inteligentes, dos setores público e privado, entre Prefeituras, Agências Reguladoras Municipais, Agências Públicas de Fomento, Ministérios, Órgãos de Controle, e empresas de setores diversos, como Engenharia, Iluminação Pública, Saneamento, Mobilidade, Soluções Públicas Inteligentes, Tecnologias da Informação e Comunicação, Gestão de Facilites, Energia e Sustentabilidade.


Foram discutidos e debatidos todos os detalhes do modelo de Parceria Público-Privada (PPP) já adotado por diversas Municipalidades, destinado à gestão integrada e informatizada de serviços e utilidades públicas municipais diversas (Iluminação Pública, semáforos, câmeras de vigilância, totens, relógios, pontos de ônibus, entre outras estruturas urbanas), por meio de “rede inteligente”, capaz de transitar dados e, com isto, conectar estruturas urbanas a um único Centro de Controle Municipal, instrumento para a evolução das Cidades ao patamar de “Cidades Inteligentes”.

O Workshop contou com a exposição de especialistas acerca dos aspectos técnicos, econômico-financeiros e jurídicos das “PPPs para Smart City”, abordando-se projetos nacionais e internacionais deste perfil, com vistas a fornecer aos participantes visão atual e acurada quanto às vantagens, riscos, precedentes e estruturas de financiamento deste modelo de contratação.

PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS

PARA SMART CITIES

Cidades Inteligentes representam a transformação pela qual tanto anseia a sociedade brasileira na forma com que o Poder Público se apresenta ao indivíduo e com ele se relaciona. Representam a quebra das barreiras que historicamente dificultaram que tecnologias avançadas fossem consumidas com qualidade pelo setor público em nosso país. Talvez signifiquem, inclusive, a fórmula para a "reconciliação" entre nossas instituições e a sociedade brasileira, que tanto anseia por mudanças e serviços mais eficientes na gestão pública.

SPIn - Soluções Públicas Inteligentes surge como o "Think Tank" das Cidades Inteligentes no Brasil. Acreditamos (e sonhamos) que, por meio da difusão de informações, tecnologias e boas práticas de estruturação de projetos de Smart City entre os players públicos e privados, nossos Municípios conseguirão consumir recursos tecnológicos com qualidade, empregando-os de forma criativa na melhor gestão da Cidade e dos serviços públicos.
Difundindo ideias e projetos bem-sucedidos para Cidades Inteligentes, enxergamos de forma mais próxima a realização do sonho das Smart Cities no Brasil.

Lançada em Maio de 2017, a 2ª Edição de "Parcerias Público-Privadas para Smart Cities" aborda todos os aspectos técnicos, econômicos e jurídicos do inovador modelo de gestão de serviços públicos municipais baseado no emprego de recursos de Tecnologia da Informação e Comunicação, Big Data e Internet das Coisas ("IoT") na integração e eficientização de serviços públicos e equipamentos urbanos das Cidades, como luminárias, semáforos, câmeras de videomonitoramento, sensores de tráfego, roteadores de Wi-Fi público, entre outros, por meio das chamadas Redes Inteligentes Municipais.

Atualizada com os mais recentes cases de Cidades Inteligentes concebidas no Brasil e no mundo, esta 2ª Edição tem como parceiras de conteúdo empresas como Microsoft, Motorola, Ericsson, Seebot, entre outras, contando com o Apoio Institucional do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e da Frente Parlamentar Mista em Apoio às Cidades Inteligentes e Humanas.
Mais que um guia, trata-se de fonte de inspiração para que nossos Municípios façam uso criativo das tecnologias disponíveis no mercado, otimizando o atendimento às demandas públicas e conduzindo-os, neste atual mandato, à qualificação de Cidades Inteligentes.


​​PARTICIPE DO WORKSHOP

2ª Edição DO LIVRO

COMPRE O LIVRO

POR quê ?